21 de dezembro de 2014

SINTRAF FECHA TEMPORADA COM BALANÇO DAS AÇÕES

O sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras da agricultura familiar (sintraf) que tem a frente o presidente Luiz Francisco de Souza (Luiz do Conselho) realizou na manhã do sábado20, uma reunião de confraternização com palestras, sorteios de brindes, musica ao vivo e balanço das ações.

Segundo o presidente mesmo com o País passando por uma visível crise financeira, a entidade presidida pelo mesmo não foi tão afetada, ao contrario Luiz classifica que 2014 foi um ano produtivo, e que no levantamento feito pode listar como ações 40 cacimbões e 40 pequenos açudes e reservatórios conseguidos junto a extensão do PRONAF.


A meta para o ano que se aproxima será de redobrar os trabalhos procurando atender todos os anseios dos seus associados, uma vez que o presidente coloca o sindicato como um representante dos agricultores e dar assistência de qualidade serão metas. 

CONFIRA ENTREVISTA COM LUIZ DO CONSELHO.

19 de dezembro de 2014

IPVA: REDUÇÃO MÉDIA É DE 10,78%



Neste ano, a frota do Estado registrou aumento de aproximadamente 150 mil novos veículos, em relação ao ano passado
FOTO: FABIANE DE PAULA
O Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) dos cearenses terá redução média de 10,78%, em 2015, em relação às faturas de 2014. Os boletos estarão disponíveis para os contribuintes a partir do dia 1º de janeiro e poderão ser pagos de uma única vez ou parcelados em até quatro meses. As informações foram divulgadas ontem pela Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz).
A diminuição no valor do imposto será mais expressiva nos veículos para os quais é aplicada alíquota de 1% no cálculo, havendo redução média, nesses casos, de 15,25% do tributo. Enquadram-se nessa categoria ônibus, microônibus e caminhões, além de motocicletas, motonetas e triciclos de até 125 cilindradas que não tenham praticado infrações de trânsito neste ano.
Já para as motocicletas acima de 125 cilindradas, é aplicada alíquota de 2%. Nessa categoria, a diminuição média do valor é de 10,59%. No caso dos automóveis, caminhonetes, embarcações e outros modelos, para os quais é utilizada alíquota de 2,5%, a redução média, neste ano, é de 10,07%.
De acordo com o titular da Sefaz, João Marcos Maia, o decréscimo no valor do imposto faz parte da intenção da gestão atual- compartilhada pelo governador eleito Camilo Santana - de reduzir a carga do IPVA para os contribuintes do Estado. Ele ressalta que, mesmo com a diminuição do tributo, é esperado um aumento da arrecadação em 2015, por conta do crescimento da frota de veículos.
Neste ano, indica, o Estado registrou aumento de aproximadamente 150 mil novas unidades. A expectativa da pasta é arrecadar, em 2015, R$ 631,5 milhões, representando alta aproximada de 7% em relação aos R$ 590 milhões previstos para todo o ano de 2014.
Parcela única
O secretário ressalta que o contribuinte que decidir pagar o tributo de uma única vez terá desconto de 5% na fatura. A parcela única pode ser paga até o dia 30 de janeiro. Para quem optar por pagar parcelado, o vencimento é no dia 13 de cada mês, de fevereiro até maio. Para cada mês, é preciso pagar o valor mínimo de R$ 50. Em 2014, informa, em torno de 35% dos contribuintes cearenses optaram por pagar o IPVA de uma única vez.
Conforme João Marcos Maia, a Sefaz enviará a cobrança, pelos Correios, a 687 mil cearenses. Esse foi o mesmo número de contribuintes, destaca, que pagou o tributo através dos boletos enviados pelos Correios em 2014.
"Mas nós queremos que cada vez menos pessoas utilizem esse meio", ressalta. Conforme o secretário, a pasta tem buscado incentivar os contribuintes a emitir os boletos pela internet, sem precisar da entrega pelos Correios. Muitos dos contribuintes, complementa, também optam por imprimir o boleto nas unidades da Sefaz. Neste ano, dos 1,99 milhão de faturas emitidas pela Sefaz, 828 mil foram pagas através de boletos emitidos pela internet.
Maior e menor valores
Em 2015, o maior IPVA cobrado será no valor de R$ 35.239,15, referente a uma Ferrari 599 GTB, de 2010. O segundo e o terceiro maiores valores são, respectivamente, R$ 25.217,18 e R$ 22.891,01. Ambos se referem a outros modelos de Ferrari. Já o imposto mais baixo é referente a um triciclo modelo Triway Águia, cujo tributo será de R$ 16,62, seguido de duas motos de fabricação própria (R$ 17,88 e R$ 21,76).
João Marcos Maia salienta que os contribuintes que não pagaram o IPVA deste ano têm até o dia 22 deste mês para aderir ao Programa de Recuperação Fiscal (Refis), que possibilita a redução das multas, juros encargos do débito. As consultas aos valores do IPVA e a emissão de boletos podem ser realizadas no site da Secretaria da Fazenda ou nas unidades da secretaria.

TERMINA NESTA SEXTA PRAZO PARA PAGAMENTO DA 2ª PARCELA DO 13º

Pagamento do 13º deve injetar R$ 158 bilhões
na economia (Foto: Divulgação)
Termina nesta sexta-feira (19) o prazo para que as empresas paguem aos seus funcionários a segunda parcela do 13º salário. O pagamento é feito com base no salário de dezembro, exceto no caso de empregados que recebem salários variáveis, por meio de comissões ou percentagens – nesse caso, o 13º deve perfazer a média anual de salários. O prazo para o pagamento da primeira parcela terminou no dia 28 de novembro.
O Imposto de Renda e o desconto do INSS incidem sobre o 13º salário. Os descontos ocorrem sobre o valor integral do 13º salário na segunda parcela. O FGTS é devido tanto na primeira como na segunda parcela.
O pagamento do 13° salário deve injetar R$ 158 bilhões na economia, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O número de pessoas com direito ao benefício soma 84,7 milhões, dos quais 61,4% são empregados formais (52 milhões de pessoas) e 38,6% (32,7 milhões) são aposentados ou pensionistas da Previdência Social.

Quem tem direito
Têm direito ao 13º salário todos os trabalhadores do serviço público e da iniciativa privada, urbano ou rural, avulso e doméstico, além dos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).

Os trabalhadores que possuem menos de um ano na empresa também têm direito ao 13º salário. Nesse caso, o pagamento será proporcional aos meses em que tenham trabalhado por mais de 15 dias. Por exemplo, um empregado que trabalhou por seis meses e 15 dias deverá receber 7/12 de seu salário a título de 13º.
Caso o empregador não respeite o prazo do pagamento, será autuado no momento em que houver fiscalização, o que gerará uma multa.
As horas extras e o adicional noturno geram reflexos no 13º salário e devem incidir na base de cálculo dessas verbas. Gorjetas e comissões também devem entrar na base de cálculo do 13º salário, assim como adicionais de insalubridade e de periculosidade. Já as diárias de viagem só influem na base de cálculo do 13º se excederem 50% do salário recebido pelo empregado.
As faltas não justificadas pelo empregado, ocorridas entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de cada ano, serão consideradas para desconto. Caso sejam superiores a 15 dias dentro do mesmo mês, o empregado perderá o direito a 1/12 do 13º salário.
O empregado afastado por motivo de auxílio-doença recebe o 13º salário proporcional da empresa até os primeiros 15 dias de afastamento. Já a partir do 16º dia, a responsabilidade do pagamento fica a cargo do INSS. Funcionárias em licença-maternidade também recebem 13º salário. Dessa forma, o empregador efetuará o pagamento integral e/ou proporcional (quando admitidas no decorrer do ano) do 13º salário.
O trabalhador temporário tem direito ao 13º salário proporcional aos meses trabalhados.
Já o estagiário, como não é regido pela CLT e nem é considerado empregado, a lei que regula esse tipo de trabalho - 11.788/08 - não obriga o pagamento de 13º salário.
O empregado despedido com justa causa não tem direito ao 13º salário proporcional. Se a rescisão do contrato for sem justa causa, o 13º deve ser pago de maneira proporcional, na base de 1/12 por mês, considerando-se como mês integral aquele que ultrapassar 15 dias de trabalho.

Domésticos
Com a regulamentação da legislação trabalhista para funcionários domésticos, eles também devem receber o 13º. Na segunda parcela, são acrescidas as médias das horas extras trabalhadas.

Supondo-se que o empregado realizou 200 horas extras de janeiro a novembro, divide-se 200 por 11 (meses) e chega-se à média de 18,18 horas por mês. Então calcula-se o valor da hora extra trabalhada, que se refere ao salário do empregado dividido por 220 horas, que é a jornada mensal prevista na lei. Como a lei prevê que é preciso pagar um adicional de 50% sobre o valor da hora extra trabalhada, é necessário multiplicar esse valor por 1,5.

Cautela nos gastos
De acordo com pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e do Portal Meu Bolso Feliz, 80% dos consumidores pretendem gastar parte ou todo o seu 13º salário em compras de Natal. Somente 46% entre os que não vão gastá-lo com as festas planejam poupá-lo ou investi-lo e 21% usarão o dinheiro para quitar dívidas e organizar finanças. "Este dinheiro que está 'sobrando' e que, frente às tentadoras promoções de Natal, acaba sendo usado para compras, poderia ser poupado e aplicado, virando um recurso para situações de emergência financeira ou mesmo para realizar um sonho a longo prazo", diz o educador financeiro do Portal Meu Bolso Feliz, José Vignoli.

Para Vignoli, o ideal é que as compras de Natal caibam no orçamento de dezembro sem mexer no salário extra. Se não for possível, ele recomenda não gastar além de 20% do 13º.

De acordo com ele, aproveitar o 13º de forma inteligente não significa necessariamente abandonar as compras de Natal. "É possível gastar parte do valor em presentes e comemorações. O consumidor só precisa lembrar que, se possui dívidas, o melhor é quitá-las, garantindo uma maior tranquilidade financeira no ano que chega." Vignoli lembra que há IPVA, IPTU e material escolar a serem pagos no começo do ano e que podem ser quitados com a ajuda do 13º. “Então, antes de correr para o shopping, reserve a quantia necessária para cobrir essas despesas sazonais.”

16 de dezembro de 2014

FUSÍVEL TIRA SEMÁFORO DE ATIVIDADE.

Um único fusível queimado, tirou de funcionamento do semáforo no cruzamento da rua das Lavadeiras com Av. Vicente Alves Costa na BR 230 que corta município de Várzea Alegre, a falta de sinalização se dá desde a noite do domingo 14, e até o fechamento desta matéria o problema continuava.

Segundo o diretor do Departamento Municipal de Transito (DEMUTRAN) Gilberto Souza afirma que a demora em reparar o defeito que já se aproxima das 72 horas, é pelo fato da distância de onde vem o profissional, o mesmo virá do estado do Piauí, razão pela qual o local continua com a falta dos sinais de transito.


A atenção dos motoristas deve ser redobrada naquele trecho por um local de fluxo fluente de veículos inclusive em alta velocidade e que preocupa mais, até mesmo pelo fato de muitos acidentes terem sido registrados no ponto antes da sinalização.

15 de dezembro de 2014

CAFÉ DA MANHÃ MARCA CONFRATERNIZAÇÃO DOS AGENTES DE SAÚDE.

Os agentes de saúde do município se reuniram nesta manhã de segunda-feira 15, na quadra do Centro Social Urbano (CSU) onde juntamente com o secretario de saúde Fernando Fernandes e o prefeito Vanderlei Freire (PSD) se confraternizaram na expectativa de um natal de paz e um ano novo promissor.

Para o secretario Fernando é um momento de agradecimento pelo árduo trabalho durante todo o ano e repor energias para que em 2015 os profissionais da saúde possam ter mais garra disposição para atingir as metas desejadas de uma saúde de qualidade.

O secretario aproveita para chamar atenção das pessoas que fazem uso de medicamentos contínuos para que os mesmos antecipem seus pedidos de receita para adquirir seu medicamento antes do recesso.


O prefeito Vanderlei participou do café da manhã dos agentes de saúde e os parabenizou pelo empenho e prometeu melhores condições de trabalho em 2015. 

QUASE TUDO PRONTO PARA MAIS UM NATAL DA PAZ.

A gestão municipal através das secretarias de cultura e turismo e assistência social se empenham para a realização do 10º natal da paz trazendo este ano o tema: “Fraternidade e luz e alegria, é natal na cidade mais feliz do Brasil”.

O Adenilton Cavalcante artista plástico é responsável pela decoração natalina em três pontos estratégicos da cidade mesmo com empecilhos será possível traçar um natal alegre com direito a peça teatral, bailarinos e bonecos gigantes.

Quanto as novidades melhor não comenta-las agora para não estragar as surpresas que segundo o Adenilton tem neste período natalino.
O secretario da cultura Milton Bezerra demonstra otimismo quando muitas cidades cortaram em 100% os gastos com decorações Várzea Alegre ainda irá decorar pelo menos três pontos como sendo o parque cívico, praça da matriz e praça Zé Clementino em frente ao hotel municipal.

Na oportunidade o secretario apresenta o calendário da entrega de presentes pelos distritos e sede urbana. 


HORÓSCOPO
CLIQUE NO SEU
LEÃO ESCORPIÃO LIBRA PEIXES GÊMIOS VIRGEM LIBRA CÂNCER AQUÁRIO TOURO ÁRIES CAPRICÓRNIO

Quem sou eu

Minha foto
Radialista e Locutor publicitário
 

©2009/2014 PÉ NO CHÃO INFORMATIVO | by R