19 de outubro de 2014

ALUNOS DO CURSO DA CNH REALIZAM SIMULADO.

Enquanto na manhã de sábado parte da população acompanhou o manifesto encabeçado pelo senhor Ediglê demonstrando tristeza e revolta a partir da tarde a historia passou a ser de superação com alunos do curso da CNH realizando os últimos simulados em preparação a reta final onde mais de 2000 mil pessoas se inscreveram para adquirir o direito de dirigir com habilitação em mãos.

Foi assim na sala do monitor Erialdo Abraão e nas demais salas onde alunos buscaram testar seus conhecimentos através do simulado de 40 questões. Vale ressaltar que foi uma atitude louvável do prefeito municipal Francisco Vanderlei de Souza Freire (PSD) trazer para Várzea Alegre a oportunidade de que motoqueiros possam transitar após esse curso gozando do pleno direito de guiar seus veículos legalizados perante a lei e com custo praticamente zero, se levarmos em conta uma contra partida de apenas R$ 20,00 (vinte reais dos candidatos).

Na sala da monitora Adriana Elias após a prova teve até confraternização, com direito a já ficar com saudades dos momentos diferentes que foram vivenciados nos finais de semana de estudos na busca da conquista maior a habilitação.


18 de outubro de 2014

ASSALTO A VÉICULO (MICRO-ÔNIBUS) COM PASSAGEIROS

Por volta das 08:30 deste sábado o policiamento militar foi informado pelo senhor: Antônio Albino Nogueira Lacerda, residente na Rua José Batista de Freitas n° 90 no Bairro: Riachinho que seu micro-ônibus: FIAT DUCATO ANO 2012 DE PLACA: OIK-6017 que faz a linha (V.Alegre – Iguatu) havia sido assalto por dois indivíduos.

O primeiro: alto de camisa preta listrada, bermuda, aparentemente 40 anos, de bigode e com arma de fogo o segundo: magro, de boné preto e bermuda, blusa preta, careca; ambos, entraram no veículo no bairro: Grossos e, ao chegarem nas proximidades do Sítio Gamelas na CE-060 anunciaram o assalto.

Em seguida fugiram em um veículo HONDA CIVIC COR PRATA levando os seguintes pertences das vítimas: motorista: Antônio Albino Nogueira Lacerda, (carteira, documentos, celular, e uma quantia de R$ 300,00), cobrador: Roberto Gonçalves Viana, (carteira, documentos, celular, bloco da SEFAZ e uma quantia de R$ 80,00),passageiro 01: Maiara Alexandre da Silva, (celular), passageiro 02: Risalva Biana da Conceição Melo, (bolsa, documentos, cartões bancários, celular, e uma quantia de R$ 600,00), passageiro 03: Maria Ivanuzia Alexandre do nascimento, (bolsa, celular e uma quantia de R$ 20,00), passageiro 04: Dyonnara Feitosa Sancho (carteira, documentos, celular e uma quantia de R$ 130,00).

A Vtr CP 03 composta pelos: CB PM 16.845 Valdemar, SD PM 17.825 Vieira, SD PM 19.740 Ferreira e SD PM 21.376 Erivam seguem fazendo diligências no intuito de localizar os envolvidos.


17 de outubro de 2014

ESCOLA DO MICKEY REALIZA MOSTRA

Já é de praxe as escolas atuais trabalharem as feiras de ciências ou culturais em suas instituições de ensino, a escola do Mickey também aderiu ao sistema inovador e traz a sua primeira mostra durante todo o dia de hoje.

Nossa reportagem esteve na escola acompanhamos e conversamos com alguns dos envolvidos com o evento.

Vitor Felipe é aluno do 9º e fala do tema ao qual ele apresenta na mostra.

O Luiz Vanderlei é professor de matemática e fala de novos métodos novas formas de estudar e praticar de forma dinâmica os processos da matéria.


O professor Anderson Oliveira está na coordenação do evento e coloca a nossa reportagem que desde o inicio do ano letivo que a escola se prepara para essa amostra onde alunos professores o corpo docente e dissente da escola se empenhou para a realização.
CONFIRA ÁUDIO.

16 de outubro de 2014

COMOÇÃO E REVOLTA, NO ENTERRO DA CRIANÇA VÍTIMA DE CALAZAR.

Após recomendação do corpo pelo pároco Padre José Mota Mendes foi sepultado nesta manhã o corpo da criança de pouco mais de um ano que havia sido acometida pelo calazar. Muitos foram os comentários nas redes sociais onde cada um expressa sua indignação e sentimentos, e claro contra fatos não há argumentos, o que não adianta nesse momento será apontarmos os causadores e sim sermos uma soma de pessoas que lutam pelo mesmo objetivo solucionar o problema que é muito sério, que o diga João Ediglê pai da criança. Que a partir de agora busquemos a solução já que no momento o pior aconteceu.

E o nosso primeiro passo será conhecer um pouco mais da doença através de uma matéria do Dr. Drauzio Varela.

Leishmaniose visceral, ou calazar, é uma doença transmitida pelo mosquito-palha ou birigui (Lutzomyia longipalpis) que, ao picar, introduz na circulação do hospedeiro o protozoário Leishmania chagasi.
Embora alguns canídeos (raposas, cães), roedores, edentados (tamanduás, preguiças) e equídeos possam ser reservatório do protozoário e fonte de infecção para os vetores, nos centros urbanos a transmissão se torna potencialmente perigosa por causa do grande número de cachorros, que adquirem a infecção e desenvolvem um quadro clínico semelhante ao do homem.
A doença não é contagiosa nem se transmite diretamente de uma pessoa para outra, nem de um animal para outro, nem dos animais para as pessoas. A transmissão do parasita ocorre apenas através da picada do mosquito fêmea infectado.
Na maioria dos casos, o período de incubação é de 2 a 4 meses, mas pode variar de 10 dias a 24 meses.
Sintomas
Os principais sintomas da leishmaniose visceral são febre intermitente com semanas de duração, fraqueza, perda de apetite, emagrecimento, anemia, palidez, aumento do baço e do fígado, comprometimento da medula óssea, problemas respiratórios, diarreia, sangramentos na boca e nos intestinos.
Diagnóstico
O diagnóstico precoce é fundamental para evitar complicações que podem pôr em risco a vida do paciente. Além dos sinais clínicos, existem exames laboratoriais para confirmar o diagnóstico. Entre eles destacam-se os testes sorológicos (Elisa e reação de imunofluorescência), e de punção da medula óssea para detectar a presença do parasita e de anticorpos.
É de extrema importância estabelecer o diagnóstico diferencial, porque os sintomas da leishmaniose visceral são muito parecidos com os da malária, esquistossomose, doença de Chagas, febre tifóide, etc.
Tratamento
Ainda não foi desenvolvida uma vacina contra a leishmaniose visceral, que pode ser curada nos homens, mas não nos animais.
Os antimoniais pentavalentes, por via endovenosa, são as drogas mais indicadas para o tratamento da leishmaniose, apesar dos efeitos colaterais adversos.
Em segundo lugar, está a anfotericina B, cujo inconveniente maior é o alto preço do medicamento. Uma nova droga, a miltefosina, por via oral, tem-se mostrado eficaz no tratamento dessa moléstia.
A regressão dos sintomas é sinal de que a doença foi pelo menos controlada, uma vez que pode recidivar até seis meses depois de terminado o tratamento.
Recomendações
* Mantenha a casa limpa e o quintal livre dos criadores de insetos. O mosquito-palha vive nas proximidades das residências, preferencialmente em lugares úmidos, mais escuros e com acúmulo de material orgânico. Ataca nas primeiras horas do dia ou ao entardecer;
* Coloque telas nas janelas e embale sempre o lixo;
* Cuide bem da saúde do seu cão. Ele poderá transformar-se num reservatório doméstico do parasita que será transmitido para pessoas próximas e outros animais não diretamente, mas por meio da picada do mosquito vetor da doença, quando ele se alimenta  do sangue infectado de um hospedeiro e inocula a Leishmania em pessoas ou animais sadios que desenvolvem a doença;
* Lembre-se de que os casos de leishmaniose são de comunicação compulsória ao serviço oficial de saúde.
Na conclusão de todo o problema ouça o que diz o promotor de justiça Dr. André Luiz Simões Jácome.


15 de outubro de 2014

SECRETARIA PARABENIZA PROFESSORES

A secretaria de educação Maria Vandernaid através da nossa reportagem parabenizou a todos os professores da rede de educação pela passagem do seu dia. CONFIRA ÁUDIO.

REGIÃO SUL Crédito da Caixa ainda é difícil

Os produtores rurais de Iguatu reclamam que a agência da Caixa no Município impõe dificuldades para o programa
FOTO: HONÓRIO BARBOSA
Iguatu. Os produtores rurais no Ceará têm, desde o ano passado, mais uma opção de obter financiamento para as atividades de custeio e investimentos. A Caixa Econômica Federal (CEF) está financiando a produção agrícola, mas o atendimento aos agricultores ainda tem sido limitado. De um total de 52 agências da Caixa no Ceará, 21 estão operacionalizando o crédito rural. Em 2013, eram 15.
Na agência local da Caixa, o programa de financiamento rural começou em janeiro passado e, nesse período, apenas uma operação foi realizada, no valor de R$ 144 mil, para atividade de custeio. "É uma linha de crédito recente e creio que há um conjunto de fatores que impedem uma maior demanda", avaliou o gerente de atendimento, Fabiano de Freitas. "A tendência é ser ampliado, no próximo ano, a partir de maior divulgação, conhecimento dos agricultores".
Em julho de 2013, Caixa destinou R$ 3,7 bilhões para o crédito rural na safra 2013/2014. Até o fim da safra 2014/2015, o banco prevê o volume de mais de R$ 6 bilhões aplicados em operação de crédito rural destinada a produtores individuais, cooperativas e agroindústrias.
A Caixa conta com mais de 1.400 agências habilitadas a realizar operações de crédito rural em todas as regiões do País. Os recursos são destinados ao custeio agrícola e pecuário, a operações de investimentos em máquinas e equipamentos, à aquisição de animais e a projetos de infraestrutura rural.
Descompasso
De acordo com a Caixa, a atuação no crédito rural integra a estratégia do banco de desenvolver novos negócios. Na região Nordeste, há um descompasso entre a propaganda do governo na TV anunciando a concessão de crédito rural e a realidade existente. Os produtores rurais deste município reclamam que a agência impõe dificuldades para o programa.
"Havia expectativa positiva, mas os produtores ficaram frustrados", disse o diretor do Sindicato dos Trabalhadores rurais de Iguatu, Evanilson Saraiva. "Alguns produtores já procuraram a unidade, mas o projeto não foi viabilizado".
De acordo com Fabiano de Freitas, os produtores rurais devem apresentar uma solicitação de crédito rural e elaborar um projeto, com informações sobre a atividade. "O projeto é elaborado por uma empresa especializada, mas na região de Iguatu ainda não há nenhuma credenciada", explicou. "O financiamento só é concedido depois de uma análise de crédito pessoal e de viabilidade econômica".
Em junho passado, o produtor rural, Francisco Pereira, procurou a agência local da Caixa, na expectativa de encaminhar proposta de liberação de crédito para investimento. Ele queria adquirir financiamento para compra de sistema de irrigação e de uma máquina forrageira. "A propaganda na TV é bonita, mas na prática ainda não está nos beneficiando", observou.
A realidade regional demonstra que a maior demanda é por financiamento para pessoa física. Nas regiões Sul e Sudeste do País, há destaque para cooperativas e empresas agropecuárias.
A Caixa iniciou a atuação no crédito rural em setembro de 2012, com projeto piloto em 62 agências de oito Estados brasileiros. Inicialmente, foram atendidos produtores rurais (pessoas físicas e jurídicas), cooperativas e produtores com relacionamento junto ao agronegócio para o financiamento das culturas de milho e soja e às atividades de pecuária, bovinocultura de leite e de corte.
Sicredi
Recentemente, a Caixa Econômica Federal e o Sicredi, por meio do Banco Cooperativo Sicredi, assinaram um acordo que prevê o direcionamento de recursos financeiros para operações de crédito rural. Os recursos são destinados especialmente para atender à demanda de produtores rurais associados às cooperativas integrantes do Sistema.
Mais informações:
Superintendência da Caixa Econômica Federal Fortaleza Fone: (85) 3270. 2700 Agência da Caixa em Iguatu Fone: (88) 3582. 7200
Honório Barbosa
Colaborador

HORÓSCOPO
CLIQUE NO SEU
LEÃO ESCORPIÃO LIBRA PEIXES GÊMIOS VIRGEM LIBRA CÂNCER AQUÁRIO TOURO ÁRIES CAPRICÓRNIO

Quem sou eu

Minha foto
Radialista e Locutor publicitário
 

©2009/2014 PÉ NO CHÃO INFORMATIVO | by R